prato_do_dia
A Onda by Pitty
22/05/2012, 11:07 am
Filed under: Blog

 

Tudo bem quando dizem que o tempo é relativo, eles estão certos. Especialmente quando se referem ao tempo das artes: esse é relativíssimo, e aprendi isso na prática.

Estava aqui pensando sobre o tempo ao meu redor. Tudo tem acontecido aos montes e freneticamente, e confesso que me agrada esse turbilhão. Tenho feito mil coisas ao mesmo tempo e no fim do dia sempre restam algumas por fazer. O Agridoce que começou tão paralelo, tão distração, se tornou a totalidade desses meus dias por conta das circunstâncias. O disco cresceu e ganhou vida própria, e foram aparecendo muitas coisas boas pelo caminho. Shows. Especiais pra TV. Oportunidades artísticas instigantes.

O recesso em que minha banda de rock entrou no fim do ano passado abriu espaço para que eu pudesse me dedicar mais a esse projeto. Um recesso que foi necessário por diversas questões, algumas alheias a minha vontade. Eu tinha duas opções: continuar do jeito que estava, com tudo internamente bagunçado, fim de semana após fim de semana movida por expectativas externas e correr o sério risco de transformar minha obra num arremedo, num mero “bater de cartão”. Ou arrumar a casa, se renovar, se afastar e olhar de longe para não se perder de si mesmo. Obviamente escolhi a segunda alternativa porque me lembro sempre: desde que resolvi montar banda lá na adolescência, meu único compromisso é com a arte e com a expressão sincera da mesma. Não sei dizer isso em palavras que não soem como uma frase feita, mas é a real.

E é por causa desse compromisso ao qual não sei fugir mesmo que quisesse, que as coisas estão assim. Minha banda de rock está em recesso até a hora em que me aconteça aquela gana de escrever, criar, gravar. Aquela velha fagulha que dá início a tudo. Aquela fagulha que não se provoca nem se comanda; ela é. Isso pode ser amanhã ou daqui a tempos. De novo, o tempo das artes, aquele relativíssimo. E quando ele vem é sempre poderoso e forte, porque é honesto.

Existem outros tipo de funcionamento; tem muita gente que vive bem assim, entregando encomendas, satisfazendo apenas uma demanda de mercado. Eu mesma poderia pegar três ou quatro fórmulas, bolar um hit redondinho com as coisas que eu sei que funcionam e voilá, tem-se um disco. Mas acho triste. Meu âmago grita que isso seria uma traição sem tamanho; comigo mesma, com os outros, com o que a coisa é para ser. E eu me odiaria por isso.

Então é saber respeitar o tempo das coisas e estar de instintos a postos para o chegar da fagulha. E enquanto isso, aproveitar as coisas ótimas que têm acontecido e que têm me alimentado profundamente. Pegar essa onda que cresceu e dropá-la por inteiro sem medo de levar um caldo. Quem tem medo fica deitado agarrado na sua prancha. Ainda que tenha medo, eu sempre tento ficar de pé.

Em tempo: essa tem sido uma época muito produtiva e criativa. O Agridoce lançou agora um EP digital no Itunes com lados B das gravações e uma música inédita. Acabamos de lançar também um DVD chamado “Multishow Registro: 20 Passos”, que é um documentário/filme sobre os dias em que ficamos isolados do mundo numa casa gravando o disco. E no dia 27/05 o Multishow vai exibir um especial na TV com trechos desse DVD e um show ao vivo na íntegra.


54 Gorjetas so far
Deixe uma gorjeta

“Caro é transformar-se num arremedo de si próprio a ponto de nem se reconhecer mais”. Estou adorando o projeto agridoce e tem meu total apoio em fazer o que você quiser. Ser livre é o que há. =]

Comment by cellolar

Ual, vendo desta forma o tempo parece de forma mais pura e menos consistente. Tempo é muito indescritível e nem um pouco palpável.. na filosofia vemos muito disso.

Comment by

Sei qual é, Pitty. Sinto falta da banda, como sinto. Mas entendo que você precisa se renovar, apostar novos ares! Curti seu projeto paralelo, comprei o cd, ouço e me identifico. Porém, espero que esse recesso não se torne um ‘fim’ repentino, um ‘fim pra sempre’…

Comment by Dianne

Eu acho, sinceramente, que a maioria dos fãs não tentam sequer entender o artista.

Artista é gente, não é um robô que tá lá no palco cantando as músicas que você gosta. Ninguém permanece o mesmo, todo mundo muda, tem suas fases, acontece. Estranho mesmo é quem estagna no tempo.

Se a Pitty mudou, sentiu necessidade de algo diferente, paciência. Se alguns fãs não gostam, paciência. Acho errado é o desrespeito à pessoa e ao trabalho, se não gosta, não ouça mais, sem grosseria, sem revolta. Todos temos esse direito, vamos descobrir bandas novas ao invés de achar que aquele artista que sempre gostamos está preso a fazer sempre mais do mesmo, ainda que sem um pingo de sinceridade, apenas pra agradar os fãs de sempre.

Não exijam de alguém algo ou uma atitude se de repente ela nem quer mais ter, ou tem, mas da sua própria forma, porque os tempos e sua forma de agir mudaram.

Comment by marimguedes

Exatamente! Os fãs também precisam que as pessoas mudam. Criar um monte de sucesso clichê é fácil, mas não adianta fazer isso e acabar chateando alguns fãs (como eu ficaria). Eu admiro a coragem da Pitty de mudar de estilo e partir para o novo! Estou amando Agridoce! =)

Comment by Bia Cardenete

Era isso que esperávamos, o pq. Obrigado por tudo o q faz ser verdadeiro e tbm por não enganar a ninguém. Agora podemos aproveitar mais tranquilos o momento Agridoce.
Bjs Pitty!

Comment by Prylopes

Era exatamente isso que esperávamos de você: Uma resposta, afinal surgiram tantas especulações sobre a banda que foi difícil não acreditar. Agora lendo o texto, me senti imensamente feliz e lembrei do trecho de sua música que diz “sem pressa, do jeito que tem que ser…” Então, vamos aproveitar esse momento Agridoce, né? Beijos

Comment by Simone Abreu

Curioso, nunca me questionei o que acontecia com a banda e só agora vi comentários que alguém estava preocupado. O silêncio parecia um hiato natural.

Sobre o retorno do rock, não duvido que será em breve. Se eu, mero ouvinte assíduo, já tô sentindo falta, imagino a sua inquietação.

Sobre o DVD, o “Registro” no título é bem honesto, já que é apenas isso. Divertido, portanto.

Mas pára longe de ser um documentário. É episódico e raso demais e não chega perto de evocar a experiência certamente exaustiva e libertadora de ficar isolado por semanas com as mesmas pessoas, com todos desenvolvendo e amando o mesmo projeto. Não tem uma narrativa, não tem arco dramático, nada.

É lindo, mas confesso que foi o primeiro trabalho do dueto que soou como produto pra mim.

Comment by Achilles de Leo

E é assim que tem que ser, sem pressa, e também essa onda agridoce tá tão gostosa, sai da crista não.

Comment by MilyPires

Agridoce é um dos sons mais maravilhosos que ouvi. Amo de mais e adorando tudo isso. Espero ver vocês fazendo show aqui em CTBA logo. Sucesso sempre!

Comment by Ana Paula

Não importa se vai ser “amanhã ou daqui a tempos” o importante e legal de saber é que vc vai manter essa “essência” de todos os cds, vai rolar na hora que tiver que ser… e assim nós que queremos a banda de Rock Pitty de volta vamos ficar contentes de saber que aquele som veio de inspiração, indignação,razão…ou sei lá o que, mas não apenas de um cd “fabricado”. E viva \o/ o Agridoce que está demais!! Vida longa ao Rock … Vida longa ao Agridoce.

Comment by jucsdias

Tudo isso eu tinha certeza,a verdade é que ninguém tem que dizer aquilo que devemos ser e fazer,você tem o Livre-arbítrio,pode escolher oque ser e fazer,na vida a unica coisa que você tem que pensar é que sendo oque você é vai ser realmente feliz,só não crie ilusões e viva o hoje porque o amanhã a Deus pertence,afinal nem tudo esta nas suas mãos…
Por isso te admiro,não só pela musica “Rock”,”Fofolk”…Mais por fazer oque vem da alma,enfim…

Comment by Lua_Pitty

Nossa, sempre muito bom ler suas coisas.
percebo desde sempre uma segurança muito grande no que fala/escreve. Estou adorando essa fase mais “calma!” de Você e do “Martan” e sei que quando a banda voltar…vem com todo peso que há! afinal…Pitty é Pitty!

Comment by Ronnyery

Mesmo entendendo suas necessidades, vai ser inevitável sentir falta enquanto “aquela velha fagulha” não chega. Mas como já disse eu continuo “entendendo suas necessidades”. Anseio a volta.

Comment by Ju

Vejo muitos de seus fãs criticando e até mesmo “protestando” contra o Agridoce (estava no show da Virada Cultural, muito foda sua resposta), mas digo, de coração, que amo esse trabalho. Não é só a questão do novo, do inovador, do tentador e até mesmo do inesperado, mas entra a questão do amor inserido nesse projeto. É uma questão de desapego, de sair do seu mundinho e criar algo novo, de investir todo seu tempo em algo que, no fim das contas, deu certo. Fazer aquilo que você gosta e quer. Aquilo que deseja. Isso é viver. Viver feliz. Parabéns.

Comment by David Bruno

Mudanças… nem sempre são fáceis de passar por elas e, muito menos, de esperar que elas aconteçam em alguém.
Arrumem a casa aí ao tempo de vocês. Quem é, vai saber esperar.

Comment by Cynthia Rathbone

Também estava na Virada Cultural de Campinas, acho um absurdo essa “rejeição” afinal de contas a mensagem que ela passa continua a ser a mesma, o projeto é de uma perfeição que dispensa opiniões sem conteúdo, as músicas são lindas, e nada melhor que inovar, mudar, se transformar, admiro Pitty pelo fato de não se importar com o que os outros possam achar, ela é segura de si, ser feliz com aquilo que faz não está tabelado na bovespa .. Parabéens por tudo o que é, por tudo o que faz ..

Comment by Prii

É isso ai. Não sentir obrigação de fazer o que esperam da gente é o que nos torna livres. Quem trai sua verdade interior constrói a própria prisão.

Comment by Fátima

Em tudo que você faz você consegue brilhar. E de qualquer forma saiba que teus fãs, aqueles que te amam vão estar com você e te seguir. Observação: Eu não consegui chegar perto de você no Oi casa grande. Tava chorando demais.Parabéns por tudo. Te amo

Comment by Julia Lima

SUMERMO, Pitty. Esteja certa de que os seus FÃS que sempre entenderam o que você quis expressar através da música, te entenderão e terão respeito pelo seu trabalho sempre, seja ele qual for. O mais importante pra nós é que você nunca deixou de fazer música com autenticidade.
Parabéns pela qualidade do Agridoce. Está perfeito! Estaremos aqui pra quando a banda sair do recesso. Até lá, seguiremos, pois, nessa onda com você.

Comment by mardem

É sempre muito bom te ler…
Tem já um tempo que não nos vemos!
Concordo com tudo que você tentou dizer, pois eu admiro você por ser a pessoa que você é… essa pessoa verdadeira e sem rótulos da sociedade. Bjs

Comment by marlonrog

É isso ae… no caminho certo o dvd vai ser vendido ? Bjos

Comment by mulambu

Voce e a melhor so que estamos esperando e a velha fagulha minha musica favorita sua ainda e admiravel chip novo,teto de vidro obrigado pelas suas musicas estou com voce ate la.

Comment by lucas matos

E eu tô achando isso lindo! Há tempos não me apegava num cd pra ouvir todos os dias, vocês são lindos!

Comment by Natalia

Mesmo sentindo uma falta enorme da sua banda aplaudo de pés o Agridoce pois é lindo e aplaudo você que está botando a cara pra bater em nome da arte. Falta artistas de evrdade assim como vc e infelizmente os artistas de verdade são muitas vezes desvalorizados e não aceitos, um dia isso muda (ou não). Mas parabéns por tudo isso que é uma beleza sem tamanho e obrgado por compartilhar tudo isso com a gente, SUALINDA!!! 🙂

Comment by PC Guimarães

Sou um grande admirador do seu trabalho! Tanto “Pitty” quanto “agridoce” de certa forma transformam em melodia sentimentos que as vezes eu msm não sei descrever! ME identifico com tudo que vcs produzem! Nostalgico entrar aki no boteco um lugar que não acesso há algum tempo confesso, me lembro do início…como isso aqui bombava…´´e Agradar o “grande publico” pode ser uma tarefa “fácil” praqueles que se preocupam apenas com isso, apenas com o agora! Eu como super fã entendo completamente essa “pausa” (mas sinto uma falta extrema ao msm tempo rsrsr) …BOM.. só achei necessário deixar claro que EU, assim como muitos, PRECISAM DA OBRA DE VCS! Me inspiro, me identifico, me transformo com vcs! AMO essa banda por completa! Um abraço a todos (Martin, DuDa, Joe) e um Beijo pra Priscila (tomo essa libertadade que inclusive acho estranha rsrs mas vcs simplesmente fazem parte da minha vida apesar de eu nao fazer da de voces! )

Comment by Rogerio_motads

Olá.

Gosto muito do seu trabalho. Que bom que você abriu as portas pro que é novo sem fechar as portas do que não necessariamente é “velho”. Vou conhecer mais coisas do projeto “Agridoce” para poder dizer algo, mas o que é importante, é que você respeita o seu momento e o seu processo criativo. Isto é o que é importante.

Parabéns pelo site.

Boa tarde.

;D

Comment by Denis

Referindo-se aos poucos grandes artístas, seu amadurecimento tanto profissional e em termos de concepção de mundo, reflete na sua forma de expressão, nessa eterna metamorfose ambulante incessante de criação, canalizando as suas observações e espectativa de mundo na vida e na arte vem na hora certa para os grandes artístas. O mundo muda as pessoas mudam conforme o mundo, os poetas acompanham as mudanças, como pitty… e traduz em arte com sua antena de captar as transformações culturais, pessoais e do mundo. Com o relativismo cultural e as possibilidades de expressão sonora somada á uma mente criatva que não para de produzir faz uma artista como pitty trasncender em seu trabalho e
principalmente nessa necessidade que ela tem de produzir que creio que vem da alma e a linguagem da alma e suas necessidades por vezes raras inesplicáveis são tão claras e profundas quanto a água mais pura de algum paraíso perdido que por ser tão puro ninguém ainda o viu, faz mover assa vontade de produzir e de aprender sempre.

Esse é o lema de Pitty “O amor é a léi, a criatividade é a forma, a verdade na arte acima de tudo é o caminho e faz fortalecer”

Comment by Anderson Jones

o que você consome?

o mundo vai girando
o tempo da roda é sem tamanho
e dentro nós estamos
até quando nós ficamos?

em que tempo nós estamos?
será que quando termina
é onde começamos?

correndo contra o tempo
ou parado nós estamos

sempre breve, bravo o tempo diz
seja forte por que sou inalcansável
veja em que velocidade você anda apoiado

veja o que você consome
pode ser avaliado

em uma vida longa
ou uma vida curta
sem grandes resultados

o que você consome
reflete resultados

o que você não consome
também reflete resultados

Comment by Anderson Jones

andei correndo parei no razo
rasurando as paredes
rabiscando poesia
em cada canto do meu quarto

andei chuvendo parei rezando
mas não me rendo
restaurando um soldado de batalha
detalhes que em mim
estão guardados

andei, mesmo parado
parei na Rede
vi tontos sonhos e tantos verdes
nos olhos de quem ama de
quem sente frio e sente sede

Comment by Anderson Jones

cara, vc é simplesmente fantástica!
admiro seu trabalho desde minha adolescência, por todas as fases da minha vida tiveram singles seus, cada momento uma musica compatível, bacana!
adoro sua presença de palco, sua forma de lidar com seu publico,enfim, chega de babação kkk!
só ta faltando uma coisinha né!
VENHA EM PORTUGAL NOVAMENTE, precisamos dessa sua energia para recarregar a veia de rock brasileiro que sobe aquela adrenal, nunca tive a oportunidade de conferir a qualidade harmoniosa de perto, ouça esse pedido desconsolado(kk) de uma fã que deseja ouvir-te de pertinho, traz aqui pra os tugas o que o rock zuca tem de melhor!!!
sucesso e força, e que DEUS seja contigo……

Comment by Mari Chaves

Em cada parte desse tempo temos uma conquista pela frente, uma vontade diferente, um sonho para acordar. Que nunca nos falte diversidade… que possamos inventar e reinventar aspectos bons, reflexos adormecidos da nossa alma.

Comment by

Obrigado pela explicação Pitty!

Gostei muito do Agridoce mas Pitty é Pitty.

Espero que a “velha fagulha” aconteça logo, pois eu e seus fãs estamos sedentos de seus antigos trabalhos!

Comment by Danilo Moreira

Talvez a mesma inspiração que te faça escrever para o Agridoce não seja a mesma que componha para a banda Pitty, sou teu grande fã, Agridoce é uma das melhores bandas que surgiram hoje no mercado, deixar de lado um pouco a “banda principaL” e se dedicar a um projeto que até pouco tempo era paralelo é uma atitude corajosa,digna de uma roqueira com sangue baiano. Talvez a banda pitty esteja mesmo precisando dumas boas ferias, respeito e os milhares de fãs que te acompanham desde o primeiro disco devem respeitar. Ouço essa e é a prova de que um roqueiro como eu se rende a um estilo novo o folk, sorte Agridoce. e que essa fagulha se acenda logo ou daqui a tempos, o rock brasileiro merece.

Comment by [email protected]

Vamos ao argumento da deturpação das palavras,
tá faltando interpretação de muitos.Recesso é recesso,resguardo,tem gente que não entende isso. Versatilidade musical é um descobrimento.
Pra constar, Agridoce tá lindo!

Comment by bobbatsponge

Que bom pitty pela sinceridade conosco e consigo msm torcemos muito pelo seu sucesso e que seja duradoura essa fase produtiva e criativa de sua carreira.! Confie mais na Consciência do que na Reputação; consciência é o que voce e / reputação é o que os outros pensam de voce; e o que os outros pensa de voce é problema deles.!!

Comment by Montrezor

Assisti o show do Agridoce em Campinas, já curtia demais o projeto e amei te ver ao vivo. Sua arte é mesmo honesta, muito foda. Que continue!

Comment by maluazzoni

Não tem como saber se vai ser produtivo, se vai dar certo ou como vai ser a reação das pessoas, se não tentar. Tem certas escolhas na vida que mesmo com as decisões tomadas nunca vamos saber se foi a melhor opção…criticas sempre vão ter, não da pra agradar todos.
Mas não posso deixar de comentar o sucesso que foi a apresentações de vocês no João Rock 2012, maravilhoso!!!
Se você ainda tem dúvidas, pode crer que foi muito bom!!! igual você mesma disse_esta sendo um tempo e acredito que todos os seus fãs estão sabendo respeitar.
Parabéns pelo projeto…e o show estava bom d+, pra mim foi um dos melhores show do evento, e quando você entrou para cantar com o pessoal do Jota Quest, fomos todos a loucuras…bjs e parabéns…

Comment by Flavia

Leve o tempo q precisar… E qdo voltarem estaremos aqui, sempre!!!!

Comment by Vanessa Carli

Estou passando por essa fase de sair de cena e rever meus conceitos, essas palavras me ajudaram a seguir adiante, me ajudaram a não me tornar alguém vazio e a lutar pelo que acredito sem medo de falhar, pois quem corre atrás de seus objetivos não está cometendo nenhum erro, pois a vida é ser livre e buscar a felicidade.

Comment by Ciro Luiz

Primeiramente, quero lhe dizer que sou muito fã do seu trabalho e de sua inteligencia. Sou infinitamente grata por tudo o que você produz.
Fui ao show Agridoce na Concha e apesar de ser sua fã, eu ainda não sabia uma musica sequer (que absurdo, rs) e pra variar, fui surpreendida pela grandiosidade do seu talento! Ontem rodei 2 shoppings atrás do DVD e não encontrei! … mas sem querer, encontrei o Chiaroscope e como não tinha (absurdo ²), comprei. Estava ali na sala me deliciando com o dvd, já conhecia as músicas e tal, mas aí veio mais uma surpresa: Quase chorei com a música e o vídeo de Sob o Sol. Me emocionei mesmo! Eu moro aqui, vivo do turismo e todos os dias fico triste com a cara de decepção dos turistas. Claro que não se trata só disso, de lugares antes atrativos e hoje abandonados, mas principalmente do descaso com os “becos e coisas que não se revelam em fotos”. Eu estou muito triste com tudo o que vem acontecendo com nossa cidade e muito revoltada com esse prefeito de merda, por isso me emocionei tanto com Sob o Sol.

Enfim, Estava conversando sobre a admiração e identificação que podemos ter por uma pessoa que nem sequer sabe que a gente existe, e isso é muito esquisito, né? E eu preciso ao menos dizer “MUITO, MUITISSIMO OBRIGADA” por trazer conforto e aprendizado com seu trabalho e sabedoria. Parabéns por tudo!

Até a próxima,

Lorena.

Comment by LorenaJolie

O projeto agridoce é maravilhoso. Trás consigo um novo mundo de sensações para os fãs, imagino a transformação que não deve ser pra você. Entretanto, enquanto fico felicíssima por esse novo projeto me pergunto se algum dia terei a oportunidade de ver um show da Pitty.

Comment by Dessa

Amo sua música, seu rock. Mais esse seu projeto novo agridoce, tem um clima todo novo, o som a melodia traz uma sensação tão boa que vendo assim não consigo explica e é até viciante. Pode ter certeza que independente de qual caminho você siga NÓS estaremos com você.

Comment by ANINHA HERO

Coragem…é maravilhoso quando temos está força que nos move realizando assim nossos sonhos e colocando em pratica, no qual são pouco seres que tem esta coragem e ossadia.

Comment by Maria Calista

O tempo das artes é relativíssimo. Tbm aprendi isso na prática (tenho um grupo de teatro) e mais ou menos na época que você postou isso. Incrível a identificação.

Comment by pityfi

Pitty, eu te adoro, sou sua fã, eu adoro o projeto Agridoce, o ritmo das músicas mexe comigo, mas a sua banda de rock antiga era mais comovente, um dos meus sonhos era ir ao seu show quando fizessem um show na minha cidade, e eu prometi para mim mesma que eu iria, mas quando você desfez a sua banda, eu fiquei muito chateada e não pude realizar meu sonho, mas é sua vida, então quem sou eu para te falar o que fazer ?
Beijos, te adoro !
Zenah

Comment by Zenah

e o tempo que define a hora de escrever suas musicas

Comment by inovado

Legal Pitty , você teve sorte de montar uma banda na adolescência , aqui na minha cidade só havia manés nos anos oitenta , eu não tive como ter atração por música ou ter uma banda.

Comment by Alex Lope Vargat dos Santos

Depois de tanto tempo do início do projeto Agridoce resolvi falar sobre. Adoro o som e o clima que sempre vem junto com ele, e acho que para o duo artisticamente foi e está sendo incrível, especialmente para você que compreensívelmente não gosta de produzir mais do mesmo. De certa forma o Agridoce, ou o espírito dele sempre pairou um pouco sobre a banda. Pelo menos eu na minha humilde ótica vejo isso, ou melhor ouço. Ouço em Equalize, Temporal, Just now e até pq não em:Na sua estante. Pode parecer surto meu, mas acho que em todos os cds sempre vieram pistas e traços do novo projeto.
Porém confesso: Quero ouvir um pouco mais de força e deixar um pouco de tanta profundidade, as letras do Agridoce, enfim curto os dois. Há coisas que precisam ser ditas ao pé do ouvido.

Everson Sercundes

Comment by Yeh

axu bem legal a maneira como os trabalhos da banda surgem e agradam de forma bem natural..isso pq há sinceridade e acima de tudo muita vontade de passar uma msg positiva p galera q ouve o seu som..isso n é demagogia de qm admira muito a banda,a prova esta nos acessos a internet,nos programas de tv e na fidelidade da galera q curte vc e toda a banda…muito obrigado por nos proporcinar musica.vcs são a excessão da excessão no meio de tantos lixos musicais q poluem nossos ouvidos… ate breve.

Comment by denise sousa

Faz o que tu que queres pois é tudo da lei…

Caralho mudar, fazer diferente, ser radical, mudar de estilo dentro do estilo, variação de um mesmo tema sem sair do tom, poucos tentaram e conseguiram, você faz parte desse poucos, Parabéns!

Comment by Segrob

Nada inspsirado

Como se fosse uma cova
um trem deslanchado
Minha voz , engasga na multidão
E o mundo sofre sem perdão

Eu numa casca de noz
Vendo ouro de aluvião
Cada torta em ramo
discando a desilusão

Comment by Alex Lope Vargat dos Santos

Poema nada inspirado

Comment by Alex Lope Vargat dos Santos

Eu sou bom em prosa , em verso sou razoável , mas só tive uma boa critica uma vez , duas alias e uma foi sua.

Comment by Alex Lope Vargat dos Santos




Deixe uma resposta