prato_do_dia
O Bicho by Pitty
22/03/2011, 12:00 am
Filed under: Blog

o bicho vivia na mata; livre, selvagem, indomado
caçando se tinha fome, dormindo se tinha sono, copulando quando no cio
o bicho era bicho solto

um dia, um pedaço de carne numa clareira, e o bicho seduzido
o bicho era sorrateiro, apanhava a barganha e fugia rápido, quase imperceptível
e todo dia ele voltava naquele lugar
e todo dia havia pedaço de carne mais suculento que o anterior
conquistado pela oferta fácil e cada vez mais abundante
o bicho abriu a guarda
o bicho acostumou

o bicho foi aprisionado

colocaram-no numa gaiola
tiraram-no do seu mato
reproduziram seu ambiente em plástico
naquele zoo
o bicho estava para ser visto
o bicho estava domado
o bicho era bicho cativo

dia após dia gente passava pelo seu cárcere
olhavam-no com curiosidade, ofereciam-lhe alimento
esperavam ansiosamente o momento
em que o bicho fosse bicho
tão agradável e seguro que ele fosse bicho dali de dentro!
que deleite aquelas barras de ferro, que maravilha, finalmente temos o bicho!

mas o bicho, murcho. sem vida. sem cor.
sem saber se ainda era bicho, ou se era artefato

“queremos ver o bicho rugir!”- diziam
e o adestrador cutucava o bicho, espezinhava o bicho, provocava o bicho
o bicho rugia, toda a gente aplaudia
davam-lhe mais uma porção, e passavam adiante
o próximo bicho, o próximo habitat inventado


e ficou assim até o seu fim
criado domesticado, esperando uma mão entre as grades,
um pedaço de carne e um agrado,
alguém qualquer que quisesse seu rugido murcho de bicho- espetáculo.

"O bicho, meu Deus, era um homem."
Manuel Bandeira


85 Gorjetas so far
Deixe uma gorjeta

Show!

Comment by jOtha

Muito massa!

Comment by (J) Garotto

Perfect!

Comment by Nerielle Menezes

Dura realidade.

Comment by Nandi

Muito bom!

Comment by @AVinicius_FS

Realidade de um bicho, infelizmente. :X

By @Ravafs (twitter)

Comment by Cilas

Adoro esse tipo de literatura obscura e verídica!

Comment by Riana Priscilla

Adorei, me senti escrita

Comment by Juliana Tâmara

É a vida de um animal aprisionado, a forma dele viver sempre vai ser aquela?!

Comment by [email protected]

Muitoooo bom mesmo! Vc eh d+

Comment by Luciana

E quantos de nós somos esse bicho? Vale uma resposta introspectiva de cada um.

Comment by Katherine Lopes

*–*

Comment by @carolineczn

Infelizmente concordamos com o ótimo texto, mas continuamos assistindo os bichos em sua gaiola.
Eu acho que estamos ficando iguais, com essa falsa liberdade de ir e vir, acomodados :/

Comment by Samantha Ramos

Legal o texto, da pra fazer até uma analogia entre “o bixo” animal e “o bixo” ser humano racional que cada vez segue menos sua intuição.

Comment by Tiago Máximo

Eu já fui bicho…hoje fico triste vendo tantos bichos no mundo…

Comment by Tassia Tonoli

Por um momento me senti um bicho aprisionado e lamento se eles realmente se sentem assim. Liberdade é algo que faz parte do habitat natural de todos. Inclusive dos bichos, mesmo que por troca nos deem um pedaço de carne suculenta, e nos acomodemos com isso ( coisa que fazemos mais que os bichos ). Texto em 3D totaaal.

Comment by Leonardo Oliveira

Pena o bicho não ter sido bicho pra comer essa gente que o aprisiona! Mais Bicho é agente que faz isso com o bicho! Caralho odeio Zoo já num é atoa… Nem tenho coragem de conhecer! aff… Pobre Bicho…

Comment by K brux

É fróide mas é isso mesmo.

Comment by Vanessa Cidral

…Yes, we are animal.

Comment by Dan Crowley Lopes

Sente-se meio bicho, Pitty?!

Comment by Ana Carla

e de repente eu deixei de deixar gorjetas aqui, foi mals querido Boteco, é que era mais fácil comentar com uma ou duas perguntas no Twitter. mas ok, faço as perguntas que fiz lá aqui: o bicho ñ teria culpa por ter caído na armadilha? tinha td oq precisava e foi seduzido msm assim. ou ele só constatou que tinha td depois? se a gente sabe que o mundo fode, pq a gente deixa o mundo nos foder? sei lá, tô numa vibe de me sentir culpado. por querer coisas e essas coisas terem consequências ruins, como o bicho que pegou a carne fácil. brisas, bjo bichinha.

Comment by ~MaRkOliNO~

Muito bom mesmo.

Comment by Maíra G. Kersul

Muito bom, triste realidade

Comment by Dan

Realmente é a triste realidade,
texto muito bom

Comment by Cací

Perfeitoo, !!

Comment by Mariana Merigueti

E nós, bichos de nós mesmos
Não pecamos quando crescemos
Mas tudo tem seu limite, até o mais
E quando mais temos, mais queremos.
Sempre assim. Sempre assim.

Quem nunca se viu
Largando todo seu seguro
Por algo que para outros é inútil
Assim esquecemos de caçar
Esquecemos de pensar
Esquecemos de amar
Já que nos oferecem
Algo a consumir
Em dado em mãos
É mais fácil ingerir

Aceitamos ser
Por um pedaço de carne
Aceitamos parar
Por um maço de cigarro
Transformam o nosso mundo
E nós ainda chamamos de “nosso mundo”
Nos tornamos outro
E eles querem o um
Não sou mais novo.
Não sou nenhum

E aí que eu acho que vc não existe. Perfeito. Gratters

Comment by Pc Guimaraes

Parabéns! Belíssima fábula! Tem profundidade filosófica e psicológica, além de plasticidade poética. O final tem a mesma consistência hiper realista do texto e é bem expressivo. Aumenta do desejo de escaparmos das grades invisíveis que nos aprisionam. Parabéns mesmo!

Comment by Mario Ramos

Perfeito, me lembrou ”O Lobo”.

Comment by Iáàh

Ai

Comment by Ana Cristina

kramba profundo… muito massa! tbm lembrei de “O Lobo” 😉

Comment by @Joaowv

Lembrando da época em que estudava literatura na escola. rs

Comment by Dianne Rodrigues

que foooda|!

Comment by daniel

Posso te entender quase que perfeitamente…

Comment by natalia

A guarda passar além da dor, abriu o perigo do abismo se deu.O bicho de baixa de mim a espera espanha a carne dar comida no ceú ou no inferna da loucura e a besta sádia do cadáver adiado que procria a morte?

Comment by Fabio Moreira

ah minha vontade de ser bicho…

Comment by Nelson

E talvez seja assim, na vibe de anacronico, cada dia uma nova corrente, cada dia uma nova pilastre,uma nova grade…e de pedaços de carne à cobiça pelo prazer insaciavel nos vemos ali presos…- bichos sempre fomos, bichos sempre seremos..mas aí é que tá a diferença entre ser um lobo selvagem do mundo la fora, ou um lobo domesticado que acha ser selvagem do mundo aqui ao redor…a tigela esta cheia, hora da refeição, bichos soltos(?) que chamam a outros bichos de irmão…. e mesmo que as grades afrouxem como diz o texto – somos tão bichos-espetaculos que não saberiamos viver sendo bichos soltos e nem nos enxergar sem nosso palco de plastico, papel e buracos…
Perfeito sua linda! e por essas que sei…graças a jaah nem todos somos daqui.. 🙂

Comment by Will

“A natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável.” (Rousseau) .
Adicionando a palavra livre nesta frase de Rousseau se encaixaria bem com o texto O Bicho.

Comment by @MarlonVerlindo

Demais… Adoro essas poesias faceis de interpretar…. Kkkkkkkk’… E com vários tipos de interpretações, cada um com a sua… ;D

Comment by Ellen Soares

Arraso!

Comment by Grasie

Agradeço pela ração
Aqui tudo está sempre a mão
Um cantinho pra eu me deitar
Uma bola pra me acalmar
Será que vale à pena ter algo à qualquer custo apenas por ser fácil tê-lo ?qual será o “custo agregado” ?

Comment by João Vitor

Pitty vai toma no cú

Comment by Ricardo

Antropologia pura!! o próprio Manuel Bandeira ñ escapou de ser esse bicho, pq se tornou um
intelectual e fatalmente preso a uma inteligência aguda que vem p/ destruir ( como diria Fernando Pessoa)
Mas o contexto é mais amplo e na minha opinião, a revolução das máquinas deu uma nova cara
ao mundo e hj somos “bichos civilizados”. Há várias metáforas para exemplificar;
mas tem algo que a gente não pode deixar que vire fantoches : os sentimentos.
Acho que quando isso acontece a pessoa perde a identidade e isso é o mais grave.
A coisa da super exposição é complicado, a alegria e a profunda melancolia andam na mesma corda
bamba.
Recomendo cantar, “mesmo quando o cenário e o contexto sejam apenas toleráveis”

Comment by josefa

E quantos bichos desses existem por aí…
Pra alguns esse tipo de situação vale mesmo a pena, desde que não lhe cobrem nada a mais que isso; e ele acaba conseguindo o que precisa pra se manter; e isso já lhe é o bastante. O medo e a preguiça de buscar mais, acabam lhe fazendo se conter com o “pouco-mais fácil” mesmo.

Comment by Ildemberg

Put’s muito bom,mas talvez eu sejah suspeitah, jáh que sou “fã-nática” pelas música da pitty!!!

Comment by Natty Nunes

Eh, teu blog tem conteudo, parabens.

O Ministério da Saúde adverte:
Ler exercita os olhos.

Comment by Judie

muito boa, ja conhecia.

Comment by Anônimo

Verdade somos todos bichos enjaulados msm q a gente não queira.

Comment by Prylopes

Bicho.Sempre fomos,tão bichos a ponto de não admitirmos isso….

Comment by Denise Sousa

Bichos sempre fomos! So que uns sao pior que os outros 😉

Comment by Adrii

ñ seii pq mais é meio dificil falaar cn vc…!!!!!!!
tipo tenho uma história minha que envolve um show seu foi d+…tipo
ven logo pra manaus novamente saudades…..!!!!!!!!!!!!!

e tipo senpree que tem algo a vêr cn vc da errado mas eu sempre do um jeito…!!!!!!bjus

Comment by Raylson

amo seus textos Pitty, me identifico mto com as coisas q vc escreve, temos mtas percepçoes em comum. escreva mais no blog por favor! hahah

Comment by punk

Priscila ♥

Comment by Izaa

Acho que tô meio assim…

Comment by Zildriely

q texto lindo manuel bandeira é um nome totalmente forte se tratando de literatura.

Comment by adriano rodrigo

Pitty como sempre muita Cultura!!!

Comment by Rayrond

QUEE FOOOOOOOOOOOODA *-*

Comment by Vinicius Maciel

¢¾ perfeito

Comment by eduarda

Autobiografia musical?

Comment by Paulo Erikson

Muito show…engrenado mesmo.

Comment by Wlademir

bom esse texto de Manoel Bandeira ele é meio antigo, eu o estudei na escola e acho ele muito interessante. Pô se vc prestar atenção são realmente todas características de um bicho e no fim vc descobre que é um humano cara isso eh revoltante .

Comment by Lílian

Um texto que apesar de ser da literatura é bem real….esse bicho sempre vai estar assim “enjaulado” infelizmente nessa sociedade hipócrita em que vivemos…

Comment by anjo e paixao

Escrevi outro post logo pitty!!!!!!!!

Comment by Amélia

adorei (:

Comment by Ana Pedreira

pod crer, eu ja tinha lido antes e desde de já,achei interessante !

Comment by Guilherme Litio

Só temos duas mãos e não três.

Comment by Problema

queremos ver o bicho rugir!

Comment by Bruna Bizarro

adorei (:
pod crer, eu ja tinha lido antes e desde de já,achei interessante !

Comment by amandaellen

Se encaixou muito perfeitamente com seu estilo Pitty. Megalofodastico.

Comment by Tássilo

Pitty vc é única ,uma perfeita sociologa!

Comment by Flavia Martins

Mto bom *-*

Comment by Lorena França

maneiro =D

Comment by bianca mendonça

rs uhn… bom la vou eu tipo não vou aumentar e nem inventar rs só quero que sáiba nóis todos esperamos mais 100 anos em nossas vidas pois uma banda o qual fez sentido não só em minha vida mais de todos agente sempre vai querer uma dose a mais viva o rock viva o sabor da vida apreciamos rock e pitty com moderação !!! mais de cinco anos acompanhado vc pitty e banda um bgs

Comment by graziele

Pitty,é simplesmente sem comparação,sabe fazer musica de melhor qualidade,enquanto essas bandas de 15 minutos de fama,não sabem nem ao certo oque é musica.Pitty é a rainha do rock nacional!!!!

Comment by Tayane

Pitty realmente sem comparação

Comment by tayane

O Bixo ow meu Deus e a faculdade que me deixa louco.

Comment by Raul

Lindo, triste e real…

Comment by Dayane Grace

Me senti “bicho”…

Comment by Viviane

O bicho, meu Deus, era o homem.

Comment by IONICO

Meu, teve gente ai falando q esse texto é do Manuel Bandeira. Gente, é só o último verso q está entre aspas. E esse verso realmente faz parte de um texo que a gente constuma estudar na escola. A Pitty deve ter colocado ai porque o texto dela tem uma zona de intersecção com o texto dele.

Comment by Fátima

Caraa isso tudo éh muiito lokÔh*

Comment by Mônicka Sabhrinny

“Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem.”

Ótimo, significante! Só precisamos lembrar, que nós bichos humanos somos o motivo de tanta desigualdade

Comment by Karinne

pitty 100% rock brasileiro

Comment by jadiel

A maioria das profissões condiciona à mesmices,então, qdo o encanto pelo o que fazemos é perdido, ficamos entre a cruz e a espada: continuar sem motivação -por causa das contas-ou buscar outra ocupação (que renove nossa mente, nos faça de novo tremer as mãos, sentir o sangue acelerado, nas veias por fazer algo diferente),mas sem grana p/ as contas? Há uma década na mesma profissão e no mesmo local de trabalho, eu sinto que preciso optar pela 2a opção. Ninguém deve se acomodar com o que não tá legal; enfim… Sei lá…acho que vou inscrever-me nos Jogos Olimpícos de Londres, categoria: patinadora no gelo; não deve ser tão difícil fazer todas aquelas acrobacias, sobre dois filetes de ferro, presos aos pés….rsrrsrs…certamente vou sentir frio na barriga e em todo o corpo (por causa do gelo), as mãos trêmulas e o sangue correndo nas veias (por medo dos tombos), e por último, fazer algo ousado, já que a última vez que patinei, (sobre rodas ) senhoras e senhores, sei lá….só lembro que

Comment by josefa

minhas pernas foram arremessadas para o alto e pude conhecer o quanto a força da gravidade fora favorável….AO PATINS!!!!….rsrsrs…..Abril/2012

Comment by josefa

O homem é bixo burro.

Comment by Alex Lope Vargat dos Santos




Deixe uma resposta