prato_do_dia
Insomniac by
25/05/2006, 12:00 am
Filed under: Sem categoria

 

Putaquepariu, quatro da matina, q frio é esse, quero fazer xixi mas tô c preguiça de levantar, vou segurar até o último segundo ,cadê meu chinelo q tava aqui? deixa eu ver, será q esqueci alguma coisa… sempre esqueço alguma coisa e no final descubro q nada é tão essencial assim ,então pq diabos ainda gasto tempo com isso, ando com vontade de cortar o cabelo curtinho mas sei que não vou agora, ainda mais com esse frio, huuuummmm, é bom dormir de meia, qd se consegue dormir, será q lá ta frio ou quente, ih, esqueci de pagar a merda da conta de telefone, tb q inferno, todo mês, tudo igual, o ipva tb, imposto e mais imposto, caro e andar nesse asfalto de merda, aquela música q ouvi ontem n sai da minha cabeça, Stevie Wonder no Live 8, que bom q sp tá mais tranquila, pelo menos por fora, nunca se sabe,.. não tô com fome, mas um chá talvez ajudasse, posso levantar e fumar mais um cigarro, a voz dessa mulher na tv só me irrita, ô mania de dormir com a TV ligada quem sabe colocar um som quem sabe tentar parar de pensar como é q me desliga quem sabe ler um pouco quem sabe contar carneirinhosoutalvezimaginarumaluzazulumfrontalagoranaoserianadamau…

…zzzzzzzz….



à un amí lointain by
19/05/2006, 12:00 am
Filed under: Sem categoria

 

Eu canto porque o instante existe
E a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
Sou poeta.

Irmã das coisas fugidias,
Não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
No vento

Se desmorono ou se edifico,
Se permaneço, ou me desfaço,
– não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa rimada.
E um dia sei que estarei muda:
– mais nada.

(Cecília Meireles)